Conta poupança de emergência: economize mais do que apenas dinheiro

Conta poupança de emergência: economize mais do que apenas dinheiro

Poucos de nós, ou nenhum, escapam aos desafios financeiros da vida. Quer se trate de demissões no trabalho, contas médicas inesperadas ou perda de renda do cônjuge, ter fundos de reserva insuficientes para pagar pelo menos um ou dois meses de nossas contas pode levar muitos a um orçamento impossivelmente rigoroso, à perda de bens imóveis e às vezes até à falência.

Tão importante quanto qualquer outro item do seu orçamento, criar uma Conta Poupança de Emergência com fundos suficientes para pagar de três a seis meses de suas contas mensais pode fornecer o buffer financeiro necessário para sobreviver enquanto você se recupera financeiramente.

Portanto, mesmo enquanto você está pagando suas dívidas atuais, faça um orçamento para depósitos regulares em sua Conta Poupança de Emergência, pelo menos até atingir o nível de despesas de três meses. Muitos planejadores financeiros até sugerem ter despesas equivalentes a seis meses nessa conta poupança. Para ter certeza, você deve considerar quanto tempo pode levar em sua carreira e posição específica para encontrar e garantir outro emprego caso sua renda atual cesse. Posições em algumas profissões demoram mais para serem encontradas do que outras.

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

No início, a consistência é muito mais importante do que a quantidade, por isso mesmo um depósito de US$ 10 por mês é um bom começo. Muitos tendem a gastar todo o dinheiro “excedente” que percebem em sua conta corrente, portanto, retire o valor da poupança assim que depositar seu contracheque. Para simplificar as coisas, faça com que seu banco ou cooperativa de crédito transfira automaticamente US$ 10 ou mais de sua conta corrente para suas economias em um dia específico de cada mês. Quando o dinheiro estiver fora de sua conta corrente, você ficará menos tentado a gastá-lo.


Depois de atingir o saldo desejado da Conta Poupança de Emergência, pegue o valor mensal orçado para esta conta e comece a aplicá-lo em qualquer dívida do consumidor que você possa ter. Quando você estiver sem dívidas, esse valor mensal deverá ser destinado a investimentos e planejamento de aposentadoria.

Para resumir:

1. Crie e viva de acordo com um orçamento pessoal ou familiar mensal.

2. Abra uma nova conta poupança – será para sua Conta Poupança de Emergência.

3. Assim que receber o contracheque, deposite o dinheiro da Conta Poupança de Emergência em seu banco, mesmo que seja apenas US$ 10 por mês. Aumente conforme seu orçamento e sua renda permitirem.

4. Determine quanto você paga mensalmente pelas despesas.

5. Continue depositando dinheiro em sua Conta Poupança de Emergência até ter um saldo igual a pelo menos três meses de despesas.



Source

Conta poupança de emergência: economize mais do que apenas dinheiro

Gostou? Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Email

O SERP do Google é a página de resultados que aparece quando você faz uma pesquisa no Google. Ele exibe uma lista de resultados relevantes, incluindo resultados orgânicos, anúncios pagos, trechos em destaque, informações do Knowledge Graph, Google Shopping e outros elementos úteis para os usuários. A ordem dos resultados é determinada pelo algoritmo do Google, com base em fatores como relevância e qualidade do conteúdo.

O SERP do Google, ou Página de Resultados do Motor de Busca, serve para apresentar uma lista de resultados relevantes aos usuários quando eles realizam uma pesquisa no Google. Ele exibe os links para sites, imagens, vídeos, respostas rápidas e informações adicionais relacionadas à consulta do usuário.

O SERP é essencial para que os usuários encontrem respostas para suas perguntas, descubram informações relevantes, localizem produtos e serviços e acessem conteúdo útil na internet. Além disso, o SERP também é uma ferramenta importante para empresas e profissionais de marketing, pois é onde os resultados orgânicos e os anúncios pagos são exibidos, possibilitando a promoção de seus produtos e serviços para potenciais clientes. Em resumo, o SERP do Google é uma parte fundamental da experiência de pesquisa online, ajudando a conectar usuários e informações de forma eficiente e relevante.

Para utilizar o SERP (Página de Resultados do Motor de Busca) do Google de forma eficaz, siga as seguintes dicas:

  1. Faça uma Pesquisa Adequada: Insira palavras-chave relevantes que descrevam o que você está procurando. Quanto mais específica for a sua pesquisa, mais precisos serão os resultados.

  2. Analise os Resultados Orgânicos: Observe os links listados como resultados orgânicos, pois eles são considerados relevantes pelo algoritmo do Google. Verifique as descrições para encontrar a informação mais adequada.

  3. Avalie os Anúncios Pagos: Os anúncios pagos são identificados com a etiqueta “Anúncio”. Selecione aqueles que correspondem à sua pesquisa e consideram confiáveis.

  4. Explore os Rich Snippets: Se existirem trechos em destaque, eles podem fornecer informações adicionais importantes. Clique neles para obter detalhes adicionais.

  5. Utilize o Knowledge Graph: Se o Knowledge Graph fornecer informações relevantes sobre sua pesquisa, confira-o para obter respostas rápidas e precisas.

  6. Verifique o Google Shopping: Se você estiver procurando produtos, confira a seção do Google Shopping para encontrar imagens, preços e lojas onde podem ser comprados.

  7. Explore as Perguntas Frequentes: Se houver perguntas frequentes relacionadas à sua pesquisa, clique nelas para obter respostas rápidas.

  8. Refine sua Pesquisa: Se não encontrar o que está procurando, tente ajustar suas palavras-chave ou usar operadores de pesquisa para refinar os resultados.

  9. Considere a Personalização: Lembre-se de que os resultados do SERP podem ser personalizados com base em seu histórico de pesquisa e localização.

  10. Avalie a Fonte dos Resultados: Ao clicar em um link, verifique a fonte para garantir que seja confiável e segura.

Lembrando que o SERP é projetado para fornecer informações relevantes, mas nem sempre o primeiro resultado é o mais adequado. Sempre verifique várias fontes antes de confiar em qualquer informação encontrada no SERP do Google.

Deixe um comentário

Saiba mais!