6 maneiras de fazer com que suas relações públicas on-line impulsionem o SEO

6 maneiras de fazer com que suas relações públicas on-line impulsionem o SEO

Se você acha que as relações públicas estão mortas, então você está perdendo muito as oportunidades de visibilidade da marca que as relações públicas trazem nesta era digital. Claro, os tempos mudaram. As velhas táticas de relações públicas tradicionais que encontram expressão na coordenação estratégica de eventos, comunicação de crise, gestão de reputação, feiras comerciais, oportunidades de patrocínio, divulgação, distribuição de comunicados de imprensa e alavancagem nos meios de comunicação tradicionais (Rádio, TV, Jornais) – deram agora caminho para abordagens mais digitais.

As estratégias aplicáveis ​​tanto à RP antiga como à digital convergem no ponto onde as conexões são construídas e geridas. No entanto, a RP digital traz os benefícios adicionais da otimização de mecanismos de pesquisa e do link building na Internet, ao mesmo tempo que fornece resultados e insights mensuráveis ​​e tangíveis e produz conteúdo facilmente compartilhável.

Por que as relações públicas online devem ser integradas ao SEO?

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

SEO e RP trabalham juntos de várias maneiras. Primeiro, a criação de conteúdo de qualidade premium pode gerar backlinks para seu site. Então, quanto mais cobertura da mídia sua marca receber, mais links para seu site você obterá. Por último, com um excelente processo de RP, você consegue construir maiores conexões com influenciadores em seu setor, obtendo assim mais links de blogs e postagens em mídias sociais, levando a um aumento no SEO.


Como o domínio das relações públicas online é mais específico do que o tradicional, isso ajudará a aumentar a visibilidade e o patrocínio online da sua marca. Porém, a integração entre SEO e PR torna-se muito mais forte quando executada de forma estratégica.

Aqui estão 6 maneiras principais de impulsionar a otimização de mecanismos de pesquisa com RP online.

1. Unifique seus objetivos em SEO, RP e outros esforços de marketing

Cada um desses conceitos de marketing tem seus estilos únicos de funcionalidade, mas seu objetivo é o mesmo. Enquanto o SEO aproveita os canais digitais para se conectar com os clientes e gerar mais leads, o PR depende muito das relações com a mídia para gerar mais cobertura da marca na mídia. No final das contas, o objetivo deles é alcançar os clientes – e essa é a parte em que você mais deve se concentrar. Só então você poderá aproveitar os recursos dos diferentes canais.

2. Use os dados obtidos na pesquisa de SEO e RP para criar uma persona geral.

Enquanto o SEO depende da pesquisa de público para criar uma personalidade de marca, o PR se concentra na pesquisa de mídia para descobrir o tipo de publicação que atrai o público-alvo de uma marca e busca repórteres que cubram tópicos relevantes para a marca. A combinação dos dois resultados criará uma personalidade forte e unificada.

3. Coordenar conteúdo e palavras-chave em todos os canais digitais para projetar uma identidade de marca unificada.

Todas as suas postagens em mídias sociais e blogs, e-books, boletins informativos, landing pages, anúncios em vídeo, mensagens de mídia e comunicados à imprensa devem projetar a imagem que sua marca está tentando comunicar.

4. Use sua experiência em relações públicas como guia na elaboração de conteúdo.

Com uma pesquisa adequada, os especialistas em RP obtêm dados sobre o tipo de conteúdo que seu público considerará consumível, valioso e compartilhável. Deixe que essa experiência o guie na criação de conteúdo SEO de alta qualidade. Enquanto os profissionais de SEO criam conteúdo de alta classificação, incorporando as palavras-chave mais apropriadas e compartilhando-as em canais de mídia social, os especialistas em RP devem estar ocupados apresentando esse conteúdo e chamando o máximo de atenção possível para ele a partir de links de alta qualidade.

5. As relações públicas podem aproveitar a estratégia de palavras-chave de SEO

As palavras-chave usadas em comunicados à imprensa podem fazer com que os repórteres usem essas palavras-chave específicas ao descrever uma marca, aumentando assim a probabilidade de uma empresa aparecer nas pesquisas por esses termos especificados.

As relações públicas precisam aproveitar e estender a estratégia de palavras-chave de SEO – por exemplo, palavras-chave e frases-chave devem aparecer em declarações críticas, comunicados de imprensa, entrevistas à mídia, documentos de perguntas frequentes, biografias de mídia social, títulos e descrições de meta de sites e cópias do site.

6. Conecte-se com influenciadores de ponta em seu setor

O marketing de influência não é negociável na integração dos esforços de SEO e RP para o seu site. Conectar-se com influenciadores pode gerar links de alta qualidade da mídia, de outras empresas e de páginas com alto tráfego. Estabelecer conexões com esses influenciadores aumenta as chances de eles compartilharem seu conteúdo com seu público e até mesmo criarem links para seu site, tornando esse conteúdo mais visível, vinculado e, claro, compartilhado.

SEO é um aspecto crucial na construção de uma presença online sustentável, mas tem melhor desempenho quando une forças com relações públicas para criar resultados sólidos. Um link da Forbes, por exemplo, mesmo que seja um link de texto, tem um peso maior do que meros comentários de blog. Portanto, você deve se concentrar na criação de conteúdo compartilhável e de alta qualidade. Você também deseja fazer com que seu conteúdo seja preenchido de forma adequada e proporcional com palavras-chave, além do fato de que elas devem ser relevantes para um público-alvo.

Gostou? Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Email

O SERP do Google é a página de resultados que aparece quando você faz uma pesquisa no Google. Ele exibe uma lista de resultados relevantes, incluindo resultados orgânicos, anúncios pagos, trechos em destaque, informações do Knowledge Graph, Google Shopping e outros elementos úteis para os usuários. A ordem dos resultados é determinada pelo algoritmo do Google, com base em fatores como relevância e qualidade do conteúdo.

O SERP do Google, ou Página de Resultados do Motor de Busca, serve para apresentar uma lista de resultados relevantes aos usuários quando eles realizam uma pesquisa no Google. Ele exibe os links para sites, imagens, vídeos, respostas rápidas e informações adicionais relacionadas à consulta do usuário.

O SERP é essencial para que os usuários encontrem respostas para suas perguntas, descubram informações relevantes, localizem produtos e serviços e acessem conteúdo útil na internet. Além disso, o SERP também é uma ferramenta importante para empresas e profissionais de marketing, pois é onde os resultados orgânicos e os anúncios pagos são exibidos, possibilitando a promoção de seus produtos e serviços para potenciais clientes. Em resumo, o SERP do Google é uma parte fundamental da experiência de pesquisa online, ajudando a conectar usuários e informações de forma eficiente e relevante.

Para utilizar o SERP (Página de Resultados do Motor de Busca) do Google de forma eficaz, siga as seguintes dicas:

  1. Faça uma Pesquisa Adequada: Insira palavras-chave relevantes que descrevam o que você está procurando. Quanto mais específica for a sua pesquisa, mais precisos serão os resultados.

  2. Analise os Resultados Orgânicos: Observe os links listados como resultados orgânicos, pois eles são considerados relevantes pelo algoritmo do Google. Verifique as descrições para encontrar a informação mais adequada.

  3. Avalie os Anúncios Pagos: Os anúncios pagos são identificados com a etiqueta “Anúncio”. Selecione aqueles que correspondem à sua pesquisa e consideram confiáveis.

  4. Explore os Rich Snippets: Se existirem trechos em destaque, eles podem fornecer informações adicionais importantes. Clique neles para obter detalhes adicionais.

  5. Utilize o Knowledge Graph: Se o Knowledge Graph fornecer informações relevantes sobre sua pesquisa, confira-o para obter respostas rápidas e precisas.

  6. Verifique o Google Shopping: Se você estiver procurando produtos, confira a seção do Google Shopping para encontrar imagens, preços e lojas onde podem ser comprados.

  7. Explore as Perguntas Frequentes: Se houver perguntas frequentes relacionadas à sua pesquisa, clique nelas para obter respostas rápidas.

  8. Refine sua Pesquisa: Se não encontrar o que está procurando, tente ajustar suas palavras-chave ou usar operadores de pesquisa para refinar os resultados.

  9. Considere a Personalização: Lembre-se de que os resultados do SERP podem ser personalizados com base em seu histórico de pesquisa e localização.

  10. Avalie a Fonte dos Resultados: Ao clicar em um link, verifique a fonte para garantir que seja confiável e segura.

Lembrando que o SERP é projetado para fornecer informações relevantes, mas nem sempre o primeiro resultado é o mais adequado. Sempre verifique várias fontes antes de confiar em qualquer informação encontrada no SERP do Google.

Deixe um comentário

Saiba mais!